Força, Chape!

O relógio não parou. No ar o que paira é o sentimento de inconformismo pela perda de tantas vidas no acidente aéreo desta madrugada, próximo à cidade de Medellín, Colômbia, paira também o sentimento de tristeza por ver o time de futebol, o Chapecoense,  desaparecer da cena futebolística, e por que não dizer da cena do mundo?

Foram arrancadas desta vida também a comitiva técnica do time de Chapecó, equipes jornalísticas que acompanhavam de perto o bom momento vivido pelo simpático time catarinense, além dos tripulantes embarcados na aeronave, esta que nunca mais pousaria.

A tragédia com que os brasileiros se depararam esta manhã foi chocante. Daquelas que entram para a página dos eventos que mais nos fizeram chorar. Foi um choque para todos, mas de repente a onda de solidariedade que o terrível acidente provocou comoveu o mundo.

Será que é preciso despertar uma grande dor e sofrimento para que os homens se unam? Para que nós deixemos de lado nossas vidinhas particulares e estendamos as mãos para os que estão numa condição difícil, por uma questão sócio-financeira, falta de saúde, ou por qualquer razão afetiva.

Parece que muitas vezes é a dor que estimula on homem uma força maior de esperança. Incoerente pensar assim…é na desesperança que nos deparamos com a nossa maior prova de humanidade: o desespero frente à morte, sobretudo quando ela vem de forma inesperada e absurda. Não é a vida que nos coloca em posição de igualdade, e sim a morte.

Hoje, o Brasil foi tingido de verde, não o verde da nossa bandeira, mas sim o verde do Chape. Hoje, ficamos todos igualmente abalados, chorosos, carentes e totalmente mobilizados pelo tristíssimo acidente que levou embora tanta gente boa, tanto talento desperdiçado… O que é de enfurecer é saber que os bandidos continuam por aqui, fedendo o cenário político nacional. Os jatinhos deles não caem!!!

Bem, hoje sou Chape. Acho que quase todos os brasileiros se sentiram assim também. A partir de hoje, no meu coração, vou torcer também para o Chape, com orgulho.

Tomara que este sentimento de união nos fortaleça, espante o egoísmo, inunde o país de boa fé, sirva para reflexão de valores, como respeito e dignidade, e traga principalmente conforto para as famílias das vítimas e toda a cidade de Chapecó.th.jpeg

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s