Poesia – Medo de ser Incompreendido

Às vezes na vida

Nos sentimos sós.

Não pela ausência de alguém,

Mas pela falta de compreensão

De quem somos e do que sentimos.

Na solidão de nós mesmos

Vamos percebendo que

Não é possível voltar o tempo.

Não temos como viver o que se foi.

Simplesmente ficou para trás…

O vento que leva nossas esperanças

É o mesmo que traz as lembranças

Daquela época inocente,

E até meio inconsciente,

Mas que nos dava garantias,

Que mesmo durante a travessia 

a nossa ingênua alegria perduraria.

Mera ilusão de que

Tudo na vida é inquebrável.

A dor pode custar a chegar,

Mas ela sempre nos acha

Em qualquer lugar…

Não há meios de impedi-la

De nos encontrar.

Afinal o homem ainda não venceu todas as barreiras.

Não criou asas e voou.

Não derrubou o preceito da imortalidade.

Nem tão pouco se superou.

Ainda sente medo

De ficar sozinho,

Perdido entre muitos,

E de sentir dor

Por não ter sido

Um dia compreendido!

4 comentários em “Poesia – Medo de ser Incompreendido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s