Stay tunned IV – Pedestre X Motorista

Quando saio de casa de carro e penso em cruzar a cidade, ou mesmo dirigir pelo bairro, sinto cada vez mais medo do que pode acontecer. Numa cidade como São Paulo, dirigir significa uma prova viva de equilíbrio, paciência e muito bom humor. Não é pra menos, o nosso trânsito já é um caos. Em dias de chuva forte, o recomendado é ficar em casa, e se for sair, vá de bote, não esqueça o colete salva-vidas!

Enfrentamos o trânsito, dirigimos por ruas mal sinalizadas e mal cuidadas, muitas vezes por conta dos estragos causados pela chuva forte. Passamos por enchentes, e ainda temos que dirigir com a máxima atenção para não sermos vítimas de assaltos ou sequestros, se é que alguém consegue evitar uma dessas situações.

O pedestre, por sua vez, passa por circunstâncias dificéis, como depender do deficitário sistema de transporte público, além de caminhar por calçadas esburacadas e sofrer com todo o tipo de insegurança e violência que assolam a nossa cidade.

Tanto a posição do motorista quanto a do pedestre é muito delicada. O motorista parece que está numa trincheira e que vai passar por cima de qualquer coisa que ficar no seu caminho. Já o pedestre, perde a paciência e atravessa por lugares perigosos. O clima é de guerra, onde cada um acaba por se defender do jeito que for possível.

As novas leis e normas de trânsito ao invés de facilitarem, acabam complicando ainda mais a vida de todos. Agora, o motorista tem que dar a preferência para o pedestre que estiver atravessando na faixa de pedestre. Ok. Mas e quando há um sinal para pedestres atravessarem na faixa? Eles também não deveriam respeitar este sinal e aguardar a luz verde de pedestre para atravessar? Ou o sinal deve ser ignorado e, toda vez que um pedestre colocar um pé na faixa, o motorista terá que frear instantaneamente?

A população precisa ser esclarecida e entender que o direito de um acaba quando começa o do outro. Imagina um pedestre atravessando a faixa, no sinal vermelho para ele, bem devagar e sem prestar atenção em nada!  Só depois de acidentes sérios acontecerem, as autoridades irão se manifestar… Vamos engolindo os sapos.

2 comentários em “Stay tunned IV – Pedestre X Motorista

  1. Infelizmente esta é a realidade nas ruas de São Paulo. Uma cidade caótica mas muito viva e dinâmica, onde cada ser humano luta pela sua sobrevivência e pelo direito de ir e vir. O comportamento dos motoristas e dos pedestres é um reflexo do stress causado pelas inúmeras dificuldades de transitar nas ruas da cidade que, como muito bem dito lembra uma situação de guerra. Parece um efeito dominó, a pessoa se irrita e desconta no primeiro que atravessar o seu caminho. O volante é uma arma perigosíssima nas mãos de pessoas descontroladas, o resultado é o que vemos por aí diariamente. E enquanto a gente não alcança aquele tão almejado e idealizado grau de qualidade nos meios de transporte, nas vias de trânsito, na sinalização e na educação no trânsito, o melhor é encarar o “inimigo” com mais gentileza e benevolência. Afinal ele também é um ser humano sofrendo do mesmo mal, vítima da mesma situação. Como li um dia desses num muro pichado: “Você não está preso no trânsito, você é o trânsito”.

    1. Esta é uma triste realidade, e muitas pessoas não deveriam dirigir, simplesmente porque não têm condições psicológicas para isso. Infelizmente esta é uma questão de bom senso, um grau de consciência que falta por aí… Muitos motoristas se transformam atrás de um volante, e é neste momento que todos agem como se estivessem numa guerra: matar ou morrer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s